Blog
10. maio de 2018
DICAS HELP

Sábado é o “Dia D” para a vacina contra a gripe

O próximo 12 de maio é considerado o “Dia D” para a vacinação contra a gripe no Brasil.
Segundo o Ministério da Saúde, durante todo o sábado estarão disponíveis mais de 65 mil
postos de imunização em todo o país. A prioridade no recebimento da vacina é para os
seguintes grupos:
– Idosos a partir dos 60 anos;
– Crianças entre seis meses e menos de cinco anos;
– Doentes crônicos e portadores de condições especiais;
– Profissionais da área da saúde e professores das redes pública e privada;
– Gestantes e puérperas (até 45 após o parto);
– População indígena.

A aplicação é injetável e o medicamento usado é o Fosfato de Oseltamivir, que protege
contra os três tipos de vírus: Influenza A / H1N1, Influenza A /H3N2 e Influenza B. As
pessoas que se enquadraram no perfil de recebedoras da vacina no ano passado devem
repetir a dose em 2018, pois os vírus que circulam sofrem modificações e precisam ser
aplacados.

A vacina é contraindicada para bebês com menos de 6 meses e pessoas com alergia
severa a ovo. A aplicação não causa gripe pois o medicamento é produzido a partir de vírus
mortos. No entanto, pode-se notar desconforto e um pouco de dor no local da aplicação,
além de febre baixa e uma leve sensação de mal-estar.

Para receber a dose, é preciso comparecer ao posto de vacinação mais próximo portando
cartão de vacinação e documento de identidade. Pessoas com doenças crônicas ou outras
condições clínicas especiais devem também apresentar prescrição médica especificando o
motivo da aplicação da vacina. Pacientes cadastrados em programas de controle das
doenças crônicas do SUS deverão se dirigir aos postos em que estão registrados para
receberem a dose, sem necessidade de prescrição médica. Já professores e profissionais
da saúde precisam apresentar contracheques ou crachás de identificação laboral.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *