Blog
04. set de 2019
BlogHelp,DICAS HELP,Saúde

Frio Aumenta o risco de problemas cardíacos

Nos meses marcados por temperaturas mais frias, as internações nos hospitais públicos são maiores do que no verão. Segundo dados do Cadastro Nacional de Saúde, do Sistema Único de Saúde (SUS), quando as temperaturas despencam, a probabilidade de internação por insuficiência cardíaca e infarto sobe para 30%.

frio

Provavelmente isso se dá por fenômenos múltiplos, como o frio e a qualidade de ar como principais aspectos de risco. Pessoas que estão em maior risco e que já são doentes, com pressão alta, diabetes, devem ter uma atenção especial nesse período e maior controle como tomar corretamente o remédio e medir a pressão”.

Inverno não significa só frio.

Ele também significa poluição aumentada, crescimento de epidemias provocadas pelo vírus da gripe, o Influenza, além do tempo seco. As causas do aumento do risco cardiovascular no inverno não estão diretamente ligadas à queda do ponteiro do termômetro, mas às condições ambientais e socioeconômicas.

O frio faz com que os vasos sanguíneos se contraíam e eleva a liberação de adrenalina, o que culmina na subida da pressão arterial. Além disso, o aumento da poluição contribui para que as doenças respiratórias que sobrecarregam o coração.

Atenção e Cuidados

Precisamos dar maior atenção e cuidar melhor dos indivíduos em maior risco durante o inverno. Como ficar atento e monitorar suas próprias doenças, como por exemplo, pressão alta, que sabemos que aumenta no inverno, lembrar-se de tomar os remédios, fazer a medida da pressão com periodicidade e tentar não passar frio mesmo dentro de casa. No inverno a temperatura ideal para os idosos é de 20 graus.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.