Blog
03. jan de 2018
Histórias Help

Conheça Seu Valmir, que sofreu AVC e foi socorrido pela Help

Valmir Portinho, de Palhoça, vai começar 2018 com uma meta clara: voltar com força à rotina de atividades que mantinha até novembro do ano passado, quando sofreu um AVC (Acidente Vascular Cerebral). Socorrido pela Help, hoje ele se recupera bem e projeta o futuro.

Seu Valmir e dona Elenita, sua esposa, chegaram em Santa Catarina em 2004 e logo conheceram os serviços da empresa. Na época, fizeram o plano de emergências pensando no neto que sofria com crises de bronquite asmática.

“Sempre que precisamos, a Help nos deu atendimento e suporte até o hospital. Não é de agora, temos um histórico grande de assistência com a empresa”, recorda. O neto Felipe, hoje com 15 anos, cresceu e se tornou um adolescente saudável e ativo.

Os anos passaram e foi a vez de Valmir precisar de socorro. No dia 17 de novembro de 2017, ele apresentava muita dor de cabeça, tremores, falta de força em um dos braços e chegou a sofrer uma queda durante uma caminhada. A família ligou para a Help, respondeu as perguntas do médico regulador da central, que encaminhou a equipe liderada pelo Dr. Marcos Antonio Fontoura até a residência do Sr. Valmir. Especializado em Medicina da Família e Comunidade, o médico realizou outros testes de rotina que confirmaram a suspeita de AVC do paciente. “O Sr. Valmir apresentava confusão mental leve, dificuldade para falar, desvio da boca para a esquerda e diminuição da força em braço e perna esquerda, o que representa um quadro bastante sugestivo de AVC”, lembra Marcos.

Para quem não sabe, o O AVC ou AVE (Acidente Vascular Encefálico) ocorre quando há um entupimento ou rompimento dos vasos que levam sangue ao cérebro e, no Brasil, a doença representa uma das maiores causas de morte e incapacidade. No entanto, se o socorro chegar em tempo e o paciente for corretamente orientado, diagnosticado e encaminhado a um hospital, as chances de sobreviver sem sequelas crescem consideravelmente.

Depois do diagnóstico rápido e dos primeiros socorros, seu Valmir foi encaminhado para o Hospital de Caridade em Florianópolis. “Graças a Deus correu tudo bem e ele não teve nenhuma complicação”, diz Elenita. “O atendimento foi prático, puro e sincero. Os médicos da Help atendem a emergência e entregam o prontuário direto na mão de outro médico, no hospital. Nos chama muito a atenção esse senso de responsabilidade que a equipe tem”, completa Valmir.

Socorrido em tempo e operado com sucesso, a rotina do paciente agora mescla repouso e sessões de fisioterapia. O grande objetivo é retomar o cotidiano de antes do AVC. “Sempre tive o hábito de acordar bem cedo e fazer uma caminhada de 5km”, relata. Ele também quer voltar a andar de bicicleta pelas ruas de Palhoça. “De bike, saía para todos os lugares e fazia as compras de casa. Sou bem ativo e aqui sempre dividimos as tarefas. Lavo louça, recolho roupa e o que tiver que fazer, eu faço, mas agora o foco é minha recuperação”.

Entre descanso e tratamento fisioterápico, Valmir tem a certeza de que pode contar com a maior empresa de emergências médicas de Santa Catarina. “Fico muito satisfeito de ser cliente da Help, essa empresa que nos socorre em casa e onde estivermos. É um atendimento primordial, não tem custo alto e vale a pena”, finaliza ele.

A satisfação de Valmir também é compartilhada com Dr. Marcos, que faz parte da equipe médica da Help há um ano e meio. “O nosso trabalho é muito gratificante e aqui na Help há condições de exercê-lo com todos os recursos materiais necessários, equipe treinada e com a devida presteza e atenção que nossos clientes merecem. Procuro sempre desenvolver empatia com os pacientes e os atendo como se fossem algum familiar meu. Assim, tenho a grata sensação do dever cumprido”, completa o profissional.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.