Blog
21. fev de 2018
Histórias Help

Depois do susto, o plano de Maria Helena é voltar a andar na praia

Maria Helena Garcia Lehermann escolheu a profissão de dentista para poder fazer as pessoas sorrirem. Segundo ela, o sorriso está voltando ao seu rosto depois de outubro do ano passado, quando foi atendida pela Help Emergências Médicas em sua casa, localizada no centro de Florianópolis. Naquele mês, mais precisamente no dia 10, seu filho ligou para a central de atendimento e pediu socorro para a mãe, que há seis dias apresentava dor abdominal, diarreia, suor frio e perda de peso. “Fiz consultas com outros médicos e não foi identificado nada. Eu já não conseguia dormir nem com remédios”, lembra Maria Helena.

Depois de fazer as perguntas de praxe, a equipe da Help deslocou uma ambulância até a casa de dona Maria Helena. Por lá, o Dr. Juliano Vieira se deparou com uma paciente pálida e apresentando forte dor abdominal, vômitos e desidratação, o que sugeria um quadro de Abdome Agudo, síndrome que causa dor intensa e muitas vezes é de difícil diagnóstico. “Fizemos algumas analgesias para o momento, procuramos hidratar a paciente para evitar um choque séptico e a removemos até o Hospital de Caridade”, recorda Dr. Juliano.

A remoção aconteceu sem intercorrências e Dona Maria Helena foi encaminhada para a cirurgia. Depois de um período hospitalizada e de 15 dias de UTI ela já está em casa. Aos poucos, retoma as atividades diárias. “Trabalhei muitos anos como dentista e hoje gosto de cozinhar, cuidar da casa e do meu filho. Não consigo ficar parada”, conta ela.

Segundo ela, o plano agora é se recuperar totalmente para voltar a fazer suas caminhadas. “Quero passear pela (avenida) Beira-Mar e caminhar na areia de Jurerê, arrastando os pés na água”, projeta. “Estou muito bem agora. A Help me pegou e me reergueu”, concluiu.

“Nunca fomos tão bem atendidos por uma equipe médica como a da Help. O atendimento foi feito de uma forma que fiquei emocionado. Ela só está viva pois vocês chegaram na hora certa e souberam fazer a remoção até o hospital. Me emociono ao lembrar”, recordou José Antônio, marido de Maria Helena.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.