Blog
12. set de 2019
BlogHelp,Saúde,Vida

Principais doenças Cardiovasculares – 03 de 06

O aumento da sobrevida média das pessoas

Os avanços da medicina, aumentaram a sobrevida média das pessoas, como consequência, cerca de 12% da população brasileira têm idade superior a 65 anos e o grupo que mais cresce hoje, é o das pessoas com mais de 80 anos.

 

As 6 Principais doenças cardiovasculares

As principais doenças cardiovasculares em idosos causadas pelas alterações fisiológicas explicadas acima e, nas quais, muitas delas são exacerbadas pela idade, são:

  1. Miocardiopatia Hipertrófica
  2. Insuficiência Cardíaca
  3. Hipertensão Arterial
  4. Doença Arterial Coronariana – (em breve matéria)
  5. Doenças das Válvulas Cardíacas – (em breve matéria)
  6. Arritmias Cardíacas – (em breve matéria)

Hipertenção Arterial:

A maioria dos idosos é portadora de hipertensão arterial.

IdosoA diminuição da elasticidade da parede das artérias, associada ao processo de calcificação das mesmas, fazem com que a pressão arterial sistólica (máxima) aumente progressivamente após os 55-60 anos de idade. No idoso comumente observamos a elevação isolada da pressão arterial máxima (hipertensão arterial sistólica isolada). A pressão arterial diastólica (mínima), não aumenta após os 55 anos, por isso, clinicamente passa a não ter maior importância. O sistema nervoso autônomo, que controla os batimentos cardíacos e a pressão arterial, torna-se menos eficiente, acarretando maiores variações da pressão arterial, bem como, episódios de quedas desta pressão arterial, quando o idoso adota a posição de pé (hipotensão ortostática).

 

Outro achado comum em idosos é o efeito do consultório (elevação da pressão arterial só no ambiente médico, mas com pressão arterial normal fora deste), estes achados ocorrem principalmente em mulheres. O termo pseudohipertensão é usado para indicar uma medida de pressão arterial elevada, que é fruto da calcificação intensa das artérias, sem que realmente haja uma elevação significativa desta pressão arterial no interior dos vasos.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.